menu
Acessar | Cadastrar
Acessibilidade

Pedidos para remoção de entulho no Rio podem ser feitos agora também pelo Facebook

A Prefeitura do Rio do Rio de Janeiro ampliou o acesso para o cidadão solicitar o serviço de remoção de entulho e bens inservíveis. Agora, o carioca poderá fazer o pedido também pela página da Central de Atendimento do 1746 no Facebook. Basta entrar no facebook.com/Central1746/ e clicar no botão “Enviar mensagem”. Antes, o serviço podia ser solicitado através de Whatsapp, do Portal da Prefeitura do Rio e o dapp da Central de Atendimento 1746.

O serviço de remoção de entulho e bens inservíveis é o mais solicitado desde o início das operações, em 2011, da Central de Atendimento do 1746. Só este ano, de janeiro a julho, foram atendidos um total de 83.328 solicitações, uma média de 11.904 pedidos por mês. Em 2018, foram registradas 173.040 solicitações, uma média de 14.420 por mês. Os bairros que mais requisitam este serviço são Tijuca, Campo Grande e Copacabana.

O serviço

A Comlurb é a responsável pela oferta do serviço gratuito de remoção de entulho de pequenas obras, de galhadas provenientes de podas de árvores e de bens inservíveis, como móveis, fogões, geladeiras, sofás, colchões, etc. O prazo para atendimento é de até 12 dias corridos, com atendimento de segunda a sábado, em dois turnos diários, das 7h às 22h, exceto domingos e feriados.

A quantidade máxima é o equivalente a 150 sacos de até 20 litros. Acima disso, o proprietário da obra deve contratar um serviço particular de caçamba. Caso deseje realizar um segundo pedido em sequência, é preciso aguardar 12 dias corridos contados a partir da data do atendimento anterior. Um novo chamado poderá ser aberto sem a restrição acima apenas nos casos de cancelamento, registro indevido e problema em execução.

Todo o material recolhido no serviço de remoção gratuita é destinado ao Centro de Tratamento de Resíduos (CTR Rio), em Seropédica. Em alguns casos pontuais podem ser reaproveitados, como os sofás, as mesas, cadeiras e até ventiladores e fornos microondas que estão na sala de convivência da sede da Divisão de Remoção Sul da Comlurb, em Botafogo.

Em outras gerências da Comlurb também existem itens retirados do lixo. Alguns itens são aproveitados pelo Programa Rio Novo Olhar, que usa materiais retirados do lixo para a revitalização de praças e áreas degradadas da cidade, transformado lixo e sobras de madeiras oriundas do manejo arbóreo em brinquedos e mobiliários urbanos, como mesas e cadeiras.

A frota que se destina ao serviço é composta de 32 veículos, divididos em três regiões: Norte, Sul e Oeste, cobrindo toda a cidade do Rio de Janeiro. São, em média, coletadas 6 mil toneladas por mês. Os caminhões fazem entre 1.600 / 1.700 viagens mês. O serviço de remoção gratuita, que existe desde 1996, quando a Comlurb comprou os primeiros caminhões para serem usados no trabalho, tem contribuído muito para inibir e reduzir os pontos críticos de descarte irregular na cidade.

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app