menu
Acessar | Cadastrar
Acessibilidade

Projeto vai normatizar e estimular meios de locomoção não poluentes na cidade

última modificação - 04/05/2021 às 7:35:43

Um grupo de trabalho está sendo formado na Prefeitura do Rio  para  avaliar,  identificar  e criar projetos sobre o uso da bicicleta e de outros  meios  de  transporte  de  pequeno porte  não  poluentes,  como  patins,  patinetes  e  skate.  Em  dez  dias,  representantes de nove órgãos municipais deverão ser indicados para o início das reuniões.

Com  458  quilômetros  de  ciclovias  e mais de quatro mil bicicletários, a cidade quer aproveitar  essa  infraestrutura  para  melhorar  a  mobilidade  urbana  de  modo sustentável. Para  isso,  os  integrantes  do grupo de trabalho terão que analisar o sistema  atual  e  propor  estratégias  para  a  sua expansão, conservação  e  integração  aos meios de transporte coletivo.

O grupo de trabalho terá ainda que propor a normatização do sistema e encaminhar sugestões que estimulem o uso de meios de locomoção não poluentes. A proposta também leva em consideração o compromisso da cidade de neutralizar emissões de gases até 2050, sua vocação  para  o  transporte  urbano  sustentável e os investimentos já feitos em ciclovias, ciclorrotas e faixas compartilhadas.

Segundo  pesquisa  sobre  o  Impacto do Uso da Bicicleta no Rio, conduzida em 2018 pelo Centro Brasileiro de Análise e  Planejamento  (Cebrap), 36%  das  viagens de ônibus poderiam ser feitas à base de pedal. Mas, no Rio, as pessoas ainda utilizam  frequentemente  o  ônibus  para se  locomover.  Em  relação  aos  trajetos, 27% têm até 5 quilômetros e 9% têm entre 5 e 8 quilômetros.

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app