menu
Acessibilidade

Prefeitura faz ação de inclusão em Manguinhos com o Programa Favela com Dignidade

última modificação - 26/06/2021 às 3:53:47

A quadra de futebol Society da Associação de Moradores de Manguinhos foi palco neste sábado (26/06) de uma ação inédita de inclusão e atendimento social, por meio do Programa Favela com Dignidade, na favela de Manguinhos. Coordenados pela Secretaria de Ação Comunitária (Seac), mais de 100 servidores de várias secretariais municipais ocuparam 25 tendas para levar os principais serviços à população mais vulnerável. Até o meio-dia, foram realizados 1086 atendimentos para cadastramento de empregos, capacitação de jovens, atendimento à mulher e inscrição no Cadastro Único, que inclui o Bolsa Família, entre outros. Ainda houve distribuição de 250 quilos de alimentos, além de 130 mudas de plantas ornamentais.

Uma das atrações do evento foi a apresentação dos Filhos do Samba, projeto do Morro do Cantagalo que atende a mais de 200 jovens de todas as comunidades. O coreógrafo Patrick Carvalho, coordenador do projeto, ressaltou o apoio da Prefeitura.- É oferecendo oportunidades aos mais jovens que o Rio voltará a dar certo – destacou.

Na ação, a Seac inaugurou o inédito projeto Recicla Comunidade, que transformará o lixo em dinheiro para aumentar a renda da população. Um contêiner foi instalado na Rua Samir, esquina com Estrada de Manguinhos, para explicar o projeto, receber produtos recicláveis e atender os moradores.

– A chegada do Favela com Dignidade às comunidades cariocas vai mudar a vida das pessoas mais vulnerável. Vamos mostrar que morador de favela não pode e não será invisível aos olhos do poder público e da sociedade. A Prefeitura traz para dentro da comunidade seus principais serviços. Integração é a nossa linha de trabalho – afirmou a secretária de Ação Comunitária, Marli Peçanha.

Nascida e criada em Manguinhos, Jerry Senna,  de 54 anos, considerou a entrada do Programa Favela com Dignidade muito importante para os moradores. – Estamos aqui recebendo orientações sem ter que sair de casa. A realidade é que, muita das vezes, não temos dinheiro da passagem. Quem sai ganhando com essa ação somos nós, é a comunidade – disse.

Também moradora de Manguinhos, Sueli Nascimento, de 40 anos, ressaltou que, com uma ação integrada, tudo fica mais fácil para moradores de comunidade. – Essa é uma oportunidade importante para a comunidade ter acesso aos serviços que às vezes não sabemos que existia.

Tamara Lourenço, de 29 anos, participou das ações ao lado dos três filhos pequenos. Moradora do Tuiuti, em São Cristovão, soube da ação e veio até Manguinhos. – Agradeço essa oportunidade. Isso é muito importante para Manguinhos e demais comunidades.

A secretária Marli Peçanha agradeceu a presença dos secretários Anna Laura (Conservação); Sérgio Felippe (Trabalho e Renda), Joyce Trindade (Políticas e Promoção da Mulher) e Laura Carneiro (Assistência Social), além dos representantes das demais secretarias e órgãos públicos.

 

Ação inédita de inclusão e atendimento social em Manguinhos – Divulgação/Prefeitura

 

Confira os serviços prestados pelos órgãos municipais nesta ação:

A Secretaria de Meio Ambiente distribuiu 152 mudas de plantas ornamentais e 250 quilos de alimentos produzidos pela horta de Manguinhos, a maior da América Latina.

A Secretaria de Trabalho e Renda cadastrou 288 moradores para vagas de emprego, auxílio na emissão de Carteira de Trabalho Digital e cursos de capacitação online em parceria com o Instituto Crescer.

A Secretaria de Esporte e Lazer realizou 60 atendimentos e orientações sobre atividades físicas.

A Comlurb, além da limpeza e capina, fez a manutenção do parquinho da Praça Juvenal Manguinhos, com raspagem e pintura dos equipamentos.

A Secretaria de Conservação pavimentou 350 metros quadrados de asfalto. Além disso, realizou ações de tapa-buraco e disponibilizou durante todo o sábado um caminhão vac-all, permitindo a aspiração de materiais leves ou pesados em locais de difícil acesso.

A Rioluz trocou 38 lâmpadas, melhorando a iluminação local.

A Assistência Social realizou 170 atendimentos e inclusões de famílias em vulnerabilidade social no Cadastro Único do Governo Federal, que inclui o Bolsa Família.

A Ordem Pública, além divulgar o projeto da Guarda Municipal Ronda Maria da Penha, orientou mais de 20 donos de pequeno comércio como formalizar seus negócios.

A Secretaria de Saúde realizou 75 atendimentos, distribuiu preservativos masculinos e femininos, avaliou cartão de vacinas das crianças e orientou sobre a prevenção contra os riscos do tabagismo, tuberculose e doenças sexualmente transmissíveis. Foram distribuídos 35 kits de escovação dentária para as crianças.

A Secretaria da Pessoa com Deficiência atendeu 20 pessoas, realizou cadastrou para vagas de emprego e cursos para capacitação.

A Fundação Planetário promoveu oficinas para crianças por meio do livro “Manual do Pequeno Astrônomo Mirim”. Um astrônomo apresentou para a garotada a carta celeste do dia 26.

A Secretaria de Educação atendeu 120 pessoas para encaminhamento de matrículas nas escolas da rede, divulgou as ilhas de conexão da Educação e orientou estudantes sobre o uso do Aplicativo Rio Educa em casa e o ensino remoto.

A Secretaria de Políticas e Promoção da Mulher distribuiu material expositivo sobre as ações da pasta e fez 25 orientações jurídicas às mulheres sobre violência.

A Secretaria Municipal de Transportes atendeu 100 pessoas por meio de sua ouvidoria com registros, solicitações e reclamações da população. Também orientou a população sobre os serviços como: emissão de identificação de veículo de pessoas com deficiência; cartão do estacionamento para idoso e recurso de multas, entre outros.

A CET-Rio fez orientações sobre o uso de motocicletas e bicicletas e distribuiu material educativo.

A JUV-Rio (Secretaria da Juventude Carioca) atendeu 30 pessoas. Fez o pré-cadastro dos jovens para orientação profissional, distribuiu o estatuto da juventude e promoveu oficinas de colagem e fotografia.

A Secretaria de Governo colocou um carro com o serviço 1746 à disposição da população.

A Secretaria Especial de Cidadania e Procon atendeu 5 pessoas e entregou 360 exemplares do Código do Consumidor.

A Secretaria de Habitação realizou 15 atendimentos para o cadastramento do Programa Casa Verde e Amarela.

O IPLAN e a Subprefeitura da Zona Norte deram suporte ao evento.

 

 

 

 

 

 

 

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app