menu
Acessibilidade

Programa Luz Maravilha bate a marca de 100 mil lâmpadas de LED instaladas nas ruas do Rio

última modificação - 12/07/2021 às 7:00:43

Idealizado para modernizar todo o sistema de iluminação pública da cidade, o programa Luz Maravilha acaba de bater a marca de 100 mil lâmpadas de LED instaladas nas ruas do Rio, com a chegada do serviço à Autoestrada Lagoa-Barra. Até o fim de 2022, a capital terá 450 mil luminárias desse modelo, permitindo redução de aproximadamente 60% na conta de luz da Prefeitura. De janeiro a julho deste ano, o município poupou 3.125.329 kWh, ou seja, uma economia de quase R$ 2 milhões para os cofres públicos.

Iniciativa da Secretaria Municipal de Infraestrutura e da Rioluz, o Luz Maravilha é uma parceria público-privada que já pode ser vista em todas as regiões da cidade. Até o momento, quase metade das  lâmpadas foram instaladas em comunidades. Na Rocinha, por exemplo, 70%  da iluminação já está em LED. Vias de grande movimento também estão sendo contempladas no programa, como é o caso da Lagoa-Barra e da Linha Vermelha.

Para a implementação do Luz Maravilha, a Rioluz estabeleceu critérios que levam em conta o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), a mancha criminal, o índice de apagamentos e as regiões de maior vulnerabilidade social.

 

–  Já chegamos a 100 mil lâmpadas de LED instaladas e vamos continuar para atingir a meta do programa até o fim de 2022. Além de modernização, o Luz Maravilha traz segurança e economia aos cofres públicos – conta o presidente da Rioluz, Bruno Bonetti.

 

Secretária de Infraestrutura, Kátia Souza reforça o perfil social do programa:

 

– Pensar o cronograma e levar o Luz Maravilha para áreas mais necessitadas é essencial. Vamos além de uma iluminação. Estamos dando dignidade.

 

Centro de Operações será expandido com a chegada do Luz Maravilha

A implantação do Luz Maravilha também trará outro grande benefício para os cariocas. O Centro de Operações Rio, local de monitoramento de toda a cidade e que reúne mais de 30 órgãos, será expandido em 1.400 metros quadrados, um aumento de cerca de 50% em relação à área total construída atualmente. Todo o projeto será custeado 100% pela PPP, com previsão de conclusão até março de 2022, incluindo as etapas de obras e de compra, instalação e configuração de novos equipamentos, além de testes de usabilidade e ajustes finos.

O Centro de Controle Operacional do Luz Maravilha vai funcionar no COR e será implementado dentro do conceito de cidade inteligente (Smart City). Serão instaladas 10 mil câmeras de segurança, sendo que 40% delas contarão com tecnologia de reconhecimento facial; além de 5.000 pontos wi-fi; 4.000 sensores de resíduos sólidos em bueiros e 6.000 sensores de sinais de trânsito para melhora do fluxo do tráfego.

O programa contempla também a modernização de todos os postes da Rioluz, que somam 15% dos postes existentes na cidade.

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app