menu
Acessibilidade

Coordenadoria da Igualdade Racial realiza lives sobre saúde mental da população negra

última modificação - 15/09/2021 às 2:50:59

A Coordenadoria Executiva de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura do Rio, vinculada à Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública, realiza, a partir desta quarta-feira (15/09), a série de lives “Vidas negras no Setembro Amarelo”. Os encontros irão discutir assuntos ligados à saúde mental da população negra, e acontecerão semanalmente, às quartas-feiras, às 19 horas, até o fim do mês.

A primeira live terá o tema “Por que racializar a psicologia?”, e contará com a presença de Roberta Federico, mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, fundadora do Sankofa Instituto de Psicologia e especialista em Psicologia Africana. A mediação será de Aladia Araújo.

No dia 22, o bate-papo será sobre “A saúde mental das mulheres negras”. Já no dia 29, a coordenadoria discutirá “Masculinidades negras e saúde mental”.

Dados do Ministério da Saúde de 2018 apontam que jovens e adolescentes negros entre 18 e 29 anos têm 45% mais risco de cometer suicídio do que pessoas brancas dessa mesma faixa etária. Para o coordenador executivo de Promoção da Igualdade Racial, Jorge Freire, os índices ressaltam a necessidade de se pensar políticas públicas voltadas ao bem-estar da população negra.

– Nesse mundo pandêmico, ficou muito eminente a importância de discutir questões de saúde mental, e ainda mais de se racializar essas discussões. Ao trazer essas reflexões para o poder municipal, a gente aperfeiçoa as estruturas de acolhimento e pode criar um ambiente mais saudável para os cidadãos – destaca.

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app