menu
Acessibilidade

Prefeitura anuncia obras de escolas da Educação Infantil na Zona Norte

última modificação - 16/10/2021 às 2:57:08

O secretário de Educação, Renan Ferreirinha, e o presidente da Rio-Urbe, Rafael Salgueiro, anunciaram, neste sábado (16/10), o recomeço das obras de três escolas da Educação Infantil (Rocha e Pavuna), além da reconstrução da antiga Creche Municipal Pescador Albano Rosa, na Maré, que foi atingida por incêndio em setembro deste ano. Ela será transformada em um Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI). Ao todo, serão 48 salas de aula nas quatro unidades, que vão beneficiar 1.260 alunos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I.

 

– Estamos visitando obras que, infelizmente, ficaram abandonadas nos últimos quatro anos. São Escolas do Amanhã, que têm uma infraestrutura moderna, um projeto pedagógico diferenciado. Esqueletos como esse são obras que já estavam 30%, 50% e 70% preparadas e agora estamos retomando para entregar todas, para fazer com que as nossas crianças possam estudar em tempo integral, com acesso a uma excelente escola – disse o secretário Renan Ferreirinha.

A obra de dois prédios do campus escolar na Rua Ana Neri não chegou ao fim nos últimos quatro anos, apesar de ter quase 50% do serviços executados no final de 2016. A Rio-Urbe já havia finalizado toda parte estrutural das duas unidades – uma vai virar Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) e a outra servirá a alunos do Ensino Fundamental I – e agora retomará os trabalhos para conclusão. Os problemas de depreciação sofridos nos últimos quatro anos também serão sanados. A previsão é que os alunos possam retornar à escola totalmente renovada em sete meses.

O Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) da Pavuna também apresenta as mesmas características. Com apenas 32% da obra executados, a escola está, inclusive, com a fachada inacabada. Nas quatro unidades serão necessárias obras de urbanização, instalações hidráulicas, elétricas, louças, pisos, ferragens, pintura, marcenaria e acabamentos em geral.

 

– Estamos retomando o projeto Fábrica de Escolas, começando neste momento com as duas unidades do Rocha e outra da Pavuna, além da escola da Maré, que vai ser totalmente reconstruída. De uma forma geral, as unidades já estão com a estrutura pronta, faltando finalizar a parte da instalação, dos revestimentos externos e complementar as instalações hidráulicas, sanitárias e de prevenção de incêndio – afirmou o presidente da Rio-Urbe, Rafael Salgueiro.

 

Na Maré, a escola foi atingida por um incêndio em setembro e será completamente reconstruída. A previsão é que as duas unidades e a da Pavuna sejam concluídas no primeiro semestre de 2022. Já a reconstrução da antiga creche na Maré deverá ficar pronta no segundo semestre do ano que vem.

O projeto Fábrica de Escolas foi idealizado nas gestões anteriores do prefeito Eduardo Paes. Pelo programa, seriam construídas 24 novas escolas nesta região. Até 2016, foram entregues 16 unidades e outras oito ficaram para ser concluídas pela última gestão. O contrato de construção foi retomado em 2020, porém somente uma nova unidade foi construída, a Cívico Militar. As outras sete tiveram suas obras paralisadas.

No fim de setembro, a Prefeitura do Rio já havia anunciado a retomada da construção da Escola Municipal Luís Carlos da Fonseca, em Madureira. A unidade vai atender a 500 alunos do Ensino Fundamental, do 1° ao 5° anos, em horário integral.

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app