menu
Acessar | Cadastrar
Acessibilidade

Serviços

Informação sobre as Centrais de Recepção

1. O que é o serviço:

Unidade de atendimento institucional de passagem para oferta de acolhimento imediato e emergencial, com profissionais qualificados para receberem os usuários em qualquer horário do dia ou da noite, enquanto se realiza estudo diagnóstico detalhado de cada situação, para os encaminhamentos necessários.

2. Como solicitar: 

Por demanda espontânea ou através do atendimento das equipes especializadas de abordagem social, Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, Centro POP (Centro de Referência Especializado para população em situação de rua) e demais órgãos de proteção e garantia de direitos.

Endereços das Centrais de Recepção:

• Central de Recepção de Adultos e Famílias Tom Jobim (acolhimento de Adultos sozinhos e a grupo familiar: pai, mãe, filho). Endereço: Estrada dos Maracajás, 973 – Ilha do Governador. Tel: 3393-2638

• Central de Recepção de Idosos Carlos Portela (destinada ao Idoso). Endereço: Estrada dos Maracajás, 973 – Ilha do Governador. Tel: 2213-2647

• Central de Recepção de Adolescentes Adhemar Ferreira de Oliveira (Central Carioca - destinada ao público adolescente masculino, faixa etária de 12 a 17 anos e 11 meses). Endereço: Rua Benedito Hipólito, 163 – Cidade Nova -Tel: 2262-2126

• Central de Recepção de Crianças e Adolescentes Taiguara (destinada a crianças de ambos os sexos, faixa etária de 0 a 11 anos incompletos e adolescentes femininos, faixa etária de 12 a 17 anos e 11 meses). Endereço: Av. Dom Helder Câmara, 4775, Cachambi. Tel.: 3278-5310

• Centro POP Bárbara Calazans. Endereço: Rua Senador Pompeu, s/n - Central do Brasil - Centro. Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h

• Centro POP José Saramago. Endereço: Rua da Regeneração, 654 - Bonsucesso - Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h

3. Informações complementares:

As Centrais atuam como retaguarda imediata a todos os programas e projetos voltados para a abordagem da população em situação de rua da cidade do Rio de Janeiro, realizando interlocução permanente com todos os órgãos de garantia de direitos. O serviço de acolhimento institucional é organizado entre as Centrais de Recepção e as Unidades de Reinserção Social (URS). Tais URS realizam suas atividades com atendimento integral (24h), e compõem a rede de atendimento da cidade de forma coordenada. 

Conforme Decreto 7.053/2009, considera-se população em situação de rua o grupo populacional heterogêneo que possui em comum a pobreza extrema, os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados e a inexistência de moradia convencional regular, e que utiliza os logradouros públicos e as áreas degradadas como espaço de moradia e de sustento, de forma temporária ou permanente, bem como as unidades de acolhimento para pernoite temporário ou como moradia provisória.

Criado em: 26/06/2018

Atualizado em: 28/02/2019

Baixe o app