menu
Acessar | Cadastrar
Acessibilidade

Serviços

Vistoria em foco de Aedes Aegypti (Dengue, Chikungunya e Zika)

portable_wifi_offon-line lock Anônimo

1. O que é o serviço: 

Solicitação de vistoria e tratamento de possíveis focos de mosquito Aedes aegypti

2. Documentos necessários para solicitação do serviço:

  • nome e telefone de contato 
  • endereço da ocorrência com pontos de referencia 
  • descrição do tipo de imóvel (residencial, comercial, industrial, terreno baldio, imóvel em construção) e da sua situação (abandonado ou não)
  • descrição da ocorrência: obras na rua, carcaças ou automóveis abandonados, bueiros entupidos, entulho de obra, lixo acumulado, vazamento de água, imóvel sem acesso
  • informação se há relato de doença no local

3. Prazo para a prestação do serviço: 

Em até 5 dias úteis.

4. Informações complementares:

Não há foco de mosquito nos casos de piscinas tratadas, praias, água corrente. 

Se houver lixo ou entulho acumulado, veículo abandonado, buraco na pista, bueiro ou ralo entupido, use os subtipos específicos.

Dengue, Chikungunya e Zika são transmitidas pela picada do mosquito fêmea Aedes Aegypti infectado com o vírus da doença. O mosquito costuma picar durante o dia, principalmente no início da manhã e final da tarde. A melhor maneira de prevenir é impedir a reprodução do mosquito, que procura água parada para colocar seus ovos na borda do local com este acúmulo. Deve ser uma rotina diária os cuidados de combate ao mosquito.

Não deixe água acumulada e verifique em sua casa se algum objeto pode virar criadouro do mosquito, tomando os cuidados necessários: Caixa d’água: mantenha-a sempre bem tampada; Pratinho de vaso de planta ou de xaxim, dentro e fora de casa: escorra a água e coloque a areia até a borda do pratinho; Bromélia ou outra planta que pode acumular água: coloque uma colher de sopa de água sanitária em 1 litro de água, regando a planta no mínimo 2 vezes por semana e tire a água acumulada nas folhas; Lixeira dentro e fora de casa: feche bem o saco plástico e mantenha a lixeira tampada; Tampa de garrafa, lata, casca de ovo, saco de plástico, embalagem de plástico e vidro, copo descartável e qualquer objeto que possa acumular água: coloque tudo em um saco plástico, feche bem e jogue no lixo; Vasilhame para água de animal doméstico: lave com uma esponja e sabão em água corrente, no mínimo uma vez por semana; Vaso Sanitário: deixe a tampa sempre fechada. Em banheiros pouco usados, dê descarga uma vez por semana; Ralo de cozinha, banheiro, sauna e ducha: verifique se há entupimento. Se houver, providencie o desentupimento, se não houver, o mantenha fechado; Bandeja externa de geladeira: retire sempre a água, lave com água e sabão; Suporte de garrafão de água mineral: lave bem o local onde a água fica acumulada sempre que for trocar o garrafão; Lago, cascata, espelho d’água decorativo: mantenha sempre limpo. Mantenha a água tratada com cloro, encha o local de areia ou crie peixes, pois se alimentam de larvas; Tonel e Depósito de Águas: lave com esponja e sabão as paredes internas, pelo menos uma vez por semana. Tampe com tela o recipiente que não tiver tampa própria; Entulho e lixo: evite o acumulo de entulho e lixo, pois é foco de doenças; Piscina: trate a água com cloro, limpando uma vez pó semana. Se não for usá-la, cubra bem. Se estiver vazia, coloque 1 quilo de sal no ponto mais raso; Calha de Água de Chuva: verifique se está entupida. Remova folhas e outros materiais que possam impedir o escoamento de água; Laje: retire a água acumulada; Caco de vidro no muro: coloque areia naquele que puder acumular água; Pneu velho: entregue ao serviço de limpeza urbana e se precisar mantê-lo, guarde em local coberto; Garrafa de vidro, PET, Balde, Vaso de Planta: guarde vazio ou com a boca para baixo.

Criado em: 27/06/2018

Atualizado em: 22/11/2019

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app